À medida que o Coronavírus se espalha, muitas perguntas e algumas respostas

A rápida propagação do coronavírus agora chamado COVID-19 provocou alarme em todo o mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou emergência sanitária global, e muitos países estão enfrentando um aumento nos casos confirmados. Nos EUA, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) aconselham as pessoas a estarem preparadas para interrupções na vida cotidiana que serão necessárias se o coronavírus se espalhar dentro das comunidades. O Brail e vários outros países devem estar com atitudes proativas, e não reativas, neste momento.

Saiba mais sobre o COVID-19 e como se proteger

O que é coronavírus?

Os coronavírus são uma causa extremamente comum de resfriados e outras infecções respiratórias superiores.

O que é COVID-19?

COVID-19, abreviação de “coronavirus disease 2019” (Doença do Coronavírus 2019), é o nome oficial dado pela Organização Mundial da Saúde à doença causada por este coronavírus recém-identificado.

Quantas pessoas têm COVID-19?

Os números estão mudando rapidamente. As informações mais atualizadas estão disponíveis na Organização Mundial da Saúde e nos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA. Aqui você tem números atualizados a todo o momento:

https://gisanddata.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index.html#/bda7594740fd40299423467b48e9ecf6

Quais são os sintomas do COVID-19?

Algumas pessoas infectadas com o vírus não têm sintomas. Quando o vírus causa sintomas, os comuns incluem febre de baixo grau, dores no corpo, tosse, congestão nasal, coriza e dor de garganta. No entanto, o COVID-19 pode ocasionalmente causar sintomas mais graves, como febre alta, tosse severa e falta de ar, o que muitas vezes indica pneumonia. Em torno de 80% das pessoas fazem uma doença leve a moderada, 10 a 14% evoluem para a doença mais agressiva, em geral pessoas com faixa etária acima dos 60 anos e portadoras de doenças crônicas como diabetes, doenças autoimunes, bronquite crônica, enfisema ou câncer.

Quanto tempo entre quando uma pessoa é exposta ao vírus e quando começa a apresentar sintomas?

Como este coronavírus acaba de ser descoberto, o tempo de exposição ao início dos sintomas para a maioria das pessoas ainda não foi determinado. Com base nas informações atuais, os sintomas podem aparecer logo após três dias de exposição até 14 dias depois.

Como o coronavírus se espalha?

Acredita-se que o coronavírus se espalhe principalmente de pessoa para pessoa. Isso pode acontecer entre indivíduos que estão em contato próximo uns com os outros. Gotículas que são produzidas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra pode cair na boca ou nariz de pessoas que estão próximas, ou possivelmente são inaladas em seus pulmões. O coronavírus também pode se espalhar pelo contato com superfícies ou objetos infectados. Por exemplo, uma pessoa pode obter COVID-19 tocando uma superfície ou objeto que tem o vírus sobre ele e, em seguida, tocando sua própria boca, nariz ou seus olhos.

Quando as pessoas são mais contagiosas?

As pessoas são consideradas mais contagiosas quando são mais sintomáticas. No entanto, houve alguns relatos de coronavírus se espalhando antes que as pessoas de seus contatos apresentassem sintomas.

Quão mortal é o COVID-19?

As informações originais da China provavelmente superestimaram o risco de morte pelo vírus. Neste momento parece que o risco de doenças e mortes muito graves é menor do que era para o SARS e o MERS, epidemias de coronavírus que ocorreram em 2003 e 2014 respectivamente. As estatísticas no momento apontam para índice de mortalidade de 3,4%, mas isto tem variado de país para país. O número exato e correto ainda não sabemos.

Quem corre o maior risco de ficar muito doente com o COVID-19?

Pessoas mais velhas e aquelas com problemas médicos subjacentes como bronquite crônica, enfisema, insuficiência cardíaca ou diabetes, são mais propensas a desenvolver doenças graves.

O tempo quente faz parar o surto de COVID-19?

Alguns vírus, como o resfriado comum e a gripe, se espalham mais quando o tempo está mais frio. Mas ainda é possível adoecer com esses vírus durante os meses mais quentes. Neste momento não sabemos se a propagação do COVID-19 diminuirá quando o tempo esquentar, apenas nos últimos dias tivemos casos em países e continentes em que o clima ainda é de verão.

O que posso fazer para proteger a mim e aos outros do COVID-19?

As seguintes ações ajudam a prevenir a propagação do COVID-19, bem como outros coronavírus e Influenza:

  • Evite contato próximo com pessoas doentes.
  • Evite tocar seus olhos, nariz e boca.
  • Fique em casa quando estiver doente.
  • Cubra sua tosse ou espirre com um lenço, em seguida, jogue-o no lixo. De preferência lixo com tampa.
  • Limpe e desinfete frequentemente objetos e superfícies tocadas usando um spray ou produto normal de limpeza doméstica.
  • Lave as mãos com água e sabão. Ou uso álcool-gel no bolso ou na bolsa.

O que preciso saber sobre lavar minhas mãos efetivamente?

Lave as mãos muitas vezes com água e sabão por pelo menos 20 segundos, especialmente depois de ir ao banheiro; antes de comer; e depois de assoar o nariz, tossir ou espirrar. Se o sabão e a água não estiverem prontamente disponíveis, use um desinfetante para as mãos à base de álcool com pelo menos 70% de álcool, cobrindo todas as superfícies de suas mãos e esfregando-as juntas até que se sintam secas. Lave sempre as mãos com água e sabão se as mãos estiverem visivelmente sujas.

Veja o vídeo no YouTube sobre como lavar as mãos de forma a higienizá-las corretamente:  

https://youtu.be/fUHn1dFWx_o

Devo usar uma máscara facial?

Siga as recomendações de saúde pública onde você mora. Máscaras faciais simples não são recomendadas para o público em geral porque não filtram os vírus do ar que você respira. Em outras palavras, eles passam pela barreira representada pela máscara. Apenas as máscaras chamadas N95 fazem esta filtragem. Algumas unidades de saúde exigem que as pessoas usem a máscara N95 em certas circunstâncias. Com certeza naquelas instituições que estão lidando com pessoas já diagnosticadas com mo Coronavírus. Se você tem sintomas respiratórios como tosse ou espirro, especialistas recomendam usar uma máscara para proteger outras pessoas. Isso pode ajudar a conter gotículas contendo qualquer tipo de vírus, incluindo a gripe, e proteger qualquer pessoa que esteja a pelo menos 1 metro da pessoa infectada.

É seguro viajar de avião?

Mantenha-se atualizado com as assessorias de viagem e agências reguladoras. Esta é uma situação em rápida mudança. Dois atendentes de vôo da empresa aérea British Airways pegaram a doença, conforme notícias de início de março (quando escrevo este apanhado geral sobre a epidemia). Qualquer um que tenha febre e sintomas respiratórios não deve voar se possível. Mesmo que uma pessoa tenha sintomas que pareçam apenas um resfriado, ele ou ela deve usar uma máscara dentro do avião, assim estará protegendo outros passageiros. Lembre-se que os filtros de aviões não estão planejados para filtrar partículas virais, que são das mais pequenas conhecidas como microorganismos infectantes.

Existe uma vacina disponível?

Nenhuma vacina está disponível, embora os cientistas comecem a testar em humanos uma vacina muito em breve. Espera-se uma vacina para cobertura em massa da população apenas para 2021.

Uma pessoa que teve coronavírus pode ser infectada de novo?

Embora ainda não saibamos a resposta, a maioria das pessoas provavelmente desenvolveria imunidade a curto prazo ao coronavírus específico que causa o COVID-19. No entanto, você ainda estaria suscetível a uma infecção diferente de coronavírus. Ou, este vírus em particular pode sofrer mutação, assim como o vírus da gripe faz a cada ano. Muitas vezes essas mutações mudam o vírus o suficiente para torná-lo suscetível, porque seu sistema imunológico acha que é uma infecção que nunca viu antes. O Coronavírus da epidemia atual já mutou 2 vezes: quando pulou de um animal (talvez morcegos) para um ser humano, e quando foi detectada na China uma nova forma diferente do vírus inicial, hoje chamadas formas S (original) e L (nova mutação, mais agressiva). Há 1 caso descrito de pessoa infectada pelas duas formas do vírus ao mesmo tempo.

Quanto tempo o coronavírus que causa o COVID-19 pode sobreviver nas superfícies?

Ainda não sabemos quanto tempo o coronavírus pode sobreviver em superfícies como plástico, porcelana, granito, aço ou cobre. Enquanto isso, o CDC recomenda a limpeza de superfícies e objetos tocados com frequência todos os dias. Estes incluem balcões, mesas, maçanetas, luminárias para banheiros, banheiros, telefones, teclados e mesas de cabeceira. Se as superfícies estiverem sujas, primeiro limpe-as usando um detergente e água, em seguida, desinfete-as. Uma lista de produtos adequados para uso contra o COVID-19 está disponível aqui. Detergentes comuns usados na cozinha matam o vírus, que tem dupla camada de gordura na sua superfície. O vírus da SARS de 2003 foi testado em várias superfícies, quando ficou claro que sobrevive muitos dias em superfície de metal inoxidável, como nos eletrodomésticos da cozinha.

Estou tomando um remédio que suprime meu sistema imunológico. Devo parar de tomá-lo para que eu tenha menos chance de ficar doente do coronavírus?

Se você contrair o vírus, sua resposta a ele dependerá de muitos fatores, apenas um deles é tomar medicação que suprime seu sistema imunológico. Além disso, parar a medicação por conta própria pode fazer com que sua condição subjacente piore. E o mais importante, não tome essa decisão sozinho. É sempre melhor não ajustar a dose ou parar de tomar uma medicação prescrita sem antes falar com o médico que prescreveu a medicação.

Uma vacina pneumocócica vai ajudar a me proteger contra coronavírus?

Vacinas contra pneumonia, como vacina pneumocócica e vacina contra Haemophilus tipo B (Hib), só ajudam a proteger as pessoas dessas infecções bacterianas específicas. Eles não protegem contra nenhuma pneumonia coronavírus, incluindo a que causa COVID-19. No entanto, embora essas vacinas não protejam especificamente contra o coronavírus COVID-19, elas são altamente recomendadas para proteger contra outras doenças respiratórias. Aproveite e já faça vacinas contra a gripe assim que disponíveis.

O que posso fazer para me preparar para um surto de COVID-19?

Para sua paz de espírito, e também de sua família, tente planejar com antecedência um possível surto. Por exemplo, se houver um surto em sua comunidade, você pode não ser capaz de chegar a uma loja, ou as lojas podem estar sem suprimentos, por isso será importante para você ter suprimentos extras em mãos. Converse com familiares e entes queridos sobre como eles poderiam cuidados se adoecessem, ou o que seria necessário para cuidar deles em sua casa. Considere o que você pode fazer se a escola ou creche do seu filho fechar, ou se você precisar ou for convidado a trabalhar em casa, o que vários indivíduos estão já praticando. Mantenha-se atualizado com recursos de notícias confiáveis, como o site do seu departamento de saúde local. Se sua cidade ou bairro tiver um site ou página de mídia social, considere juntar-se a ele para manter o acesso aos vizinhos, informações e recursos.

Que tipos de medicamentos e suprimentos de saúde devo ter em mãos para uma estadia prolongada em casa?

Tente estocar pelo menos 30 dias de qualquer prescrição necessária de medicamentos. Certifique-se de que você também tem medicamentos mais simples, sem prescrição médica, e outros suprimentos de saúde em mãos. São suprimentos médicos e de saúde:

  • medicamentos prescritos
  • suprimentos médicos prescritos, como glicose e equipamento de monitoramento da pressão arterial, cateteres, fraldas e outros
  • remédios para febre e dor, como acetaminofeno ou ibuprofeno
  • remédio para tosse e diarréia
  • termômetro
  • fluidos com sais minerais, como água de côco e tônicos hidratantes vendidos em super-mercados
  • sabão e álcool-gel desinfetante para as mãos
  • lenços de papel, papel higiênico, absorventes, guardanapos sanitários
  • sacos de lixo

Devo manter comida extra em casa? De que tipo?

Considere manter um fornecimento de 2 semanas a 30 dias de alimentos não perecíveis em casa. Esses itens também podem ser úteis em outros tipos de emergências, como quedas de energia ou tempestades.

Exemplos de alimentos para ter em casa:

  • carnes enlatadas, frutas, legumes e sopas
  • frutas congeladas, legumes e carne
  • proteínas ou barras de frutas
  • cereal seco, farinha de aveia ou granola
  • manteiga de amendoim ou nozes
  • macarrão, pão, arroz e outros grãos
  • feijão enlatado
  • caldo de frango, tomates enlatados, molho de macarrão
  • óleo para cozinhar, farinha, açúcar
  • biscoitos
  • café, chá, leite longa vida, sucos enlatados
  • água engarrafada
  • enlatados ou alimentos para bebê e fórmulas
  • alimentos que você aprecia (chocolates…)
  • suprimentos domésticos como detergente de lavanderia e limpeza doméstica.

O que devo fazer se acho que eu ou alguém da família podemos ter uma infecção pelo COVID-19?

Primeiro ligue para seu médico ou pediatra para conselhos. Se você não tem um médico e está preocupado que você ou seu filho possam ter COVID-19, entre em contato com seu departamento de saúde local, ou para quem você foi orientado pelos meios de comunicação e/ou midias sociais. Eles podem direcioná-lo para o melhor lugar para avaliação e tratamento em sua área, inclusive também para fazer o teste de laboratório para diagnóstico. É melhor não procurar atendimento médico em um pronto-socorro a menos que você tenha sintomas de doença grave, porque você pode estar com resfriado comum e lá poderá se infectar com quem de fato tem o Coronavírus. Os sintomas graves incluem alta ou muito baixa temperatura corporal, falta de ar, confusão ou sensação de que você pode desmaiar. Se possível ligue para o departamento de emergência com antecedência para avisar a equipe que você está vindo, para que eles possam estar preparados para sua chegada. Isto principalmente se você chegou de viagem de algum país com maior índice de contaminação do povo.

Como saberei se tenho COVID-19 ou gripe normal?

O coronavírus causa uma doença caracterizada pelos mesmos sintomas que uma pessoa com um resfriado ruim ou gripe experimentaria. E, como a gripe, os sintomas podem progredir e se tornar um risco para a vida. É mais provável que seu médico suspeite de coronavírus se você tiver sintomas respiratórios e tiver viajado para a China ou outro país com maiores índices de contaminação, ou ter sido exposto a pessoas suspeitas de ter COVID-19.

Como alguém é testado para COVID-19?

Um teste especializado deve ser feito para confirmar que uma pessoa tem COVID-19. O exame chama-se RT-PCR (Reação de Polimerase em Cadeia por Transcriptase Reversa), que checa a sequência genética, os próprios gens, do Coronavírus.

Existe um tratamento antiviral para COVID-19?

Atualmente não há tratamento antiviral específico para covid-19. Cuidado com fake news, que lhe dão sensação falsa de segurança. Veja o vídeo com vários exemplos de fake news acerca do tratamento desta epidemia:

https://youtu.be/kB5MkSrj5aY

Quais tratamentos estão disponíveis para tratar o coronavírus?

Atualmente não há tratamento antiviral específico para COVID-19. No entanto, semelhante ao tratamento de qualquer infecção viral, essas medidas podem auxiliar:

  • Auto-isolamento em casa, com portas fechadas e janelas abertas, de preferência em um quarto usado apenas pelo doente
  • Receber alimentos e todo o necessário pela janela, adaptar o necessário se estiver em apartamento
  • Não receber nenhum visitante
  • Manter-se aquecido e bem hidratado
  • Tomar acetaminofeno, ibuprofeno ou naproxeno para reduzir a febre (se muito elevada) e aliviar dores
  • Usar sacos de lixo duplos e lixo com tampa
  • Familiares na casa devem usar máscara N95, luvas e outros materiais descartáveis e evitar contato direto com o doente.

Posso infectar meu animal de estimação, ou pegar a doença a aprtir do meu pet?

Não houve relatos de animais de estimação ou outros animais adoecendo com COVID-19, mas ainda é recomendável que as pessoas doentes com COVID-19 limitem o contato com animais até que mais informações sejam conhecidas. Se você deve cuidar do seu animal de estimação ou estar perto de animais enquanto estiver doente, lave as mãos antes e depois de interagir com animais de estimação e use uma máscara facial – para impedir que o vírus passe de você ao animal.

Como posso me proteger enquanto cuido de alguém que pode ter COVID-19?

Você deveria tomar muitas das mesmas precauções que você faria se você estivesse cuidando de alguém com gripe. Fique em outro quarto ou se separe da pessoa o máximo possível. Use um quarto e banheiro separados, se disponível. Certifique-se de que os espaços compartilhados em casa tenham um bom fluxo de ar. Ligue um ar condicionado ou abra uma janela. Lave as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos ou use um desinfetante para as mãos à base de álcool que contenha pelo menos 70% de álcool, cobrindo todas as superfícies de suas mãos e esfregando-as juntas até que se sintam secas. Use água e sabão se as mãos estiverem visivelmente sujas. Evite tocar seus olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Precauções extras: você e a pessoa devem usar uma máscara facial se você estiver na mesma sala. Use uma máscara facial descartável e luvas quando você tocar ou tiver contato com o sangue, fezes ou fluidos corporais da pessoa, como saliva, escarro, muco nasal, vômito, urina. Jogue fora máscaras e luvas descartáveis depois de usá-las. Não reutilize. Primeiro remova e jogue fora as luvas. Em seguida, limpe imediatamente as mãos com sabão e água ou desinfetante para as mãos à base de álcool. Em seguida, remova e jogue fora a máscara facial e limpe imediatamente as mãos novamente com sabão e água ou desinfetante para as mãos à base de álcool. O ritual é moroso, mas assim você estará melhor protegido(a). Não compartilhe utensílios domésticos como pratos, copos, xícaras, utensílios, toalhas, roupas de cama ou outros itens com a pessoa que está doente. Depois que a pessoa usar esses itens, lave-os completamente. Limpe todas as superfícies de “alto uso e toque”, como balcões, mesas, maçanetas, utensílios de banheiro, banheiros, telefones, teclados, tablets e mesas de cabeceira, todos os dias. Além disso, limpe todas as superfícies que possam ter sangue, fezes ou fluidos corporais sobre eles. Use um spray de limpeza doméstico. Está já comprovado que 90% das superfícies em quarto de pessoa com o Coronavírus estão contaminadas pelo vírus, um WC que o paciente utilize terá 60% das superfícies contaminadas. Lave bem a roupa. Remova imediatamente e lave roupas ou roupas de cama que tenham sangue, fezes ou fluidos corporais sobre eles. Use luvas descartáveis enquanto manuseia itens sujos e mantenha os itens sujos longe do corpo. Limpe as mãos imediatamente após remover as luvas. Coloque todas as luvas descartáveis usadas, máscaras faciais e outros itens contaminados em um recipiente forrado antes de descartá-los com outros resíduos domésticos. Se for saco de lixo, utilize dois sacos superpostos e feche bem. Limpe as mãos (com água e sabão ou um desinfetante para as mãos à base de álcool) imediatamente após manusear esses itens.

Meus pais são mais velhos, o que os coloca em maior risco para COVID-19, e eles não moram perto. Como posso ajudá-los se eles adoecem?

Cuidar à distância pode ser estressante. Comece falando com seus pais sobre o que eles precisariam caso adoeçam. Reponha uma lista única de contatos de emergência para sua referência e de seus pais, incluindo médicos, familiares, vizinhos e amigos. Inclua informações de contato para o departamento de saúde pública local. Você também pode ajudá-los a planejar com antecedência. Por exemplo, peça aos seus pais para dar aos vizinhos ou amigos um conjunto de chaves da casa. Faça check-in regularmente por telefone, Skype, WhatsApp ou como quiser manter contato.

Modificado a partir de:

https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/coronavirus-resource-center

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: