Autor: Dr. von Mühlen

Médico Reumatologista e Patologista Clínico Especialista em reumatismos e doenças autoimunes

Como vencer uma amputação: causas, soluções, próteses.


Live 22/julho, 21h
Link direto: https://youtu.be/mwP2SzQamv4

Tópicos
-Quem é o paciente amputado? Causas, estatísticas e características
-Como se dá o processo de confecção de uma prótese e o processo de reabilitação de um paciente amputado?
-Como é a relação entre o paciente amputado e seu protesista?
-Qual a diferença entre o mercado brasileiro e o americano?
-Como nasce a Da Vinci Clinic e qual o seu propósito?

Pedro Pimenta, formado em Economia pela University of South Florida, 30, é CEO & Co-fundador da Da Vinci Clinic, autor bestseller e palestrante internacional. Em 2009, Pedro contraiu um tipo fatal de meningite que quase lhe custou a vida. O preço de uma segunda chance foi alto – a amputação de braços e pernas. Hoje, Pedro vive de forma 100% independente utilizando suas próteses e usa sua superação para inspirar milhares, seja através de sua clínica de reabilitação de amputados, a Da Vinci Clinic, ou por suas populares palestras corporativas mundo afora.

Jairo Blumenthal é Protesista e Ortesista Diplomado nos Estados Unidos, é um ex- aluno de Medicina e de Administração de empresas que decidiu trocar estas carreiras acadêmicas para se tornar o primeiro brasileiro com a formaçao como Protesista e Ortesista nos Estados Unidos.

As lições da pandemia em Israel

Live 19/julho, 21h

Link direto: https://youtu.be/F1gG93ANHpk

Tópicos

1. chegada e evolução da pandemia em Israel- resposta do povo, dificuldades com grupos específicos e respostas das autoridades

2. curvas de casos e de mortalidade

3. medidas de controle, lockdowns, quarentenas – como conseguiu-se com sucesso manter o povo em casa- exames diagnósticos (PCR e outros) para diagnóstico e posicionamento frente à pandemia- critérios de lockdown

4. vacinação- ritmo, cobertura, objetivos e metas- dificuldades

5. reabertura- critérios e situação atual com novas variantes.

O Dr. Rogério Friedman é Professor Titular, Depto De Medicina Interna da UFRGS. Mestre e Doutor em Medicina: Clínica Médica pela UFRGS. Chefe do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do HCPA. Supervisor da Residência Médica em Endocrinologia do HMV. Consultor da Autoridade Brasileira para Controle de Dopagem.

O reumatismo mais comum é a artrose (osteoartrite). Como diagnosticar e tratar.


Live 15/julho, 21h

Link direto: https://youtu.be/ZiiSpwamhDk

O Dr. Francisco Airton Castro da Rocha é médico reumatologista com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Reumatologia e Professor Associado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. Tem interesse por pesquisa em artrites, particularmente artrose (osteoartrite), com experiência clínica de 35 anos na Reumatologia.

Tópicos

O que é artrose? Quais os sintomas mais importantes? Ocorre em todas as juntas?

Há tipos diferentes de artrose?

Por que se formam bicos de papagaio?

Há tratamento? Como melhorar a dor? Como cessar a evolução do problema? Pode-se falar em cura?

CONTRA A COVID NA UTI: COMO SALVAR VIDAS

Live 12/julho, 21h

Link direto: https://www.youtube.com/watch?v=aawoLXb0h4E

1. Maior entendimento da doença com o tempo de pandemia

2. Sequelas pós-covid são importantes e preocupam

3. Comportamento das equipes de saúde no hospital e UTI

4. Retorno das visitas de familiares na UTI

5. Redução do risco de contaminação dos profissionais

6. Lotação das UTIs e sua relação com a vacinação e/ou uso de tratamentos precoces

7. Redução da escassez de recursos humanos e de remédios.

O Dr. Cassiano Teixeira é Professor de Clínica Médica e do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da UFCSPA. Preceptor de Clínica Médica do HMV. Médico Intensivista do HCPA. Membro do Comitê da BricNet e do ILAS. Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA (1995) e Doutorado em Medicina (Pneumologia) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (2004). Professor adjunto de Clínica Médica da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA (2008). Atualmente é Médico-Plantonista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Preceptor de Clínica Médica do Hospital Moinhos de Vento (HMV). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Clínica Médica, Broncoscopia Flexível e Medicina Intensiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Desmame (Weaning), Ventilação Mecânica (Mechanical Ventilation), Ventilação Mecânica Não Invasiva (Non-invasive Ventilation), Humanização da UTI e Qualidade de Vida após alta da UTI (Health Quality of Life).

Tumor de células gigantes

Radiografia simples de tumor ósseo de células gigantes na extremidade do rádio (perto do punho).

O que é um tumor de células gigantes?

Tumor de células gigantes do osso é um tumor não canceroso raro e agressivo. Geralmente acontece em adultos entre 20 e 40 anos quando o crescimento ósseo esquelético está completo.

Geralmente se desenvolve perto de uma articulação no final do osso. A localização de um tumor celular gigante é frequentemente no joelho, mas também pode envolver os ossos dos braços e das pernas. Também pode afetar os ossos planos, como o osso do peito ou a pelve.

Biópsia de um tumor de çelulas gigantes no osso.

O que causa tumores de células gigantes?

Enquanto a causa exata de tumores de células gigantes permanece desconhecida. Em alguns casos, eles foram ligados à doença de Paget do osso. Esta é uma desordem óssea crônica na qual os ossos se tornam aumentados e disformes.

Quais são os sintomas de um tumor celular gigante?

A seguir, os sintomas mais comuns de um tumor celular gigante. No entanto, cada pessoa pode experimentar sintomas de forma diferente. Os sintomas podem incluir:

  • Uma massa visível
  • Fratura óssea
  • Acúmulo de fluido na articulação mais próxima do osso afetado
  • Movimento limitado na articulação mais próxima
  • Inchação
  • Dor na articulação mais próxima

Os sintomas de um tumor celular gigante podem parecer outros problemas médicos. Converse sempre com seu profissional de saúde para um diagnóstico.

Como um tumor celular gigante é diagnosticado?

Além de histórico médico completo e exame físico, outros exames podem incluir:

  • Biópsia. Um teste no qual amostras de tecido são removidas do corpo e examinadas sob um microscópio para determinar se o câncer ou outras células anormais estão presentes.
  • Escaneamentos ósseos de radionuclídeos. Um teste de imagem nuclear usado para detectar doenças ósseas e tumores, e para determinar a causa da dor óssea ou inflamação.
  • Raios-X. Um teste de diagnóstico que usa feixes de energia eletromagnética invisíveis para fazer imagens de tecidos internos, ossos e órgãos em filme.

Como é tratado um tumor celular gigante?

O tratamento específico para tumores celulares gigantes será determinado pelo seu profissional de saúde com base em:

  • Sua idade, saúde geral e histórico médico
  • Extensão da doença
  • Sua tolerância a medicamentos, procedimentos ou terapias específicas
  • Expectativas para o curso da doença
  • Sua opinião ou preferência

O objetivo do tratamento de um tumor celular gigante é remover o tumor e prevenir danos ósseos. O tratamento pode incluir:

  • Amputação, em casos graves
  • Enxerto ósseo
  • Reconstrução óssea
  • Fisioterapia para recuperar força e mobilidade
  • Cirurgia para remover o tumor e qualquer osso danificado
  • Tumores que não podem ser removidos cirurgicamente podem ser controlados e às vezes destruídos com radioterapia.

Tumores de células gigantes podem voltar. O acompanhamento com seu profissional de saúde pode ser necessário por vários anos.

Pontos-chave sobre tumores de células gigantes

  • Um tumor de células gigantes é um tumor não canceroso raro e agressivo. Geralmente se desenvolve perto de uma articulação no final do osso. A maioria ocorre nos ossos longos das pernas e braços.
  • Tumores de células gigantes ocorrem mais frequentemente em adultos jovens quando o crescimento do osso esquelético está completo.
  • A causa exata de tumores de células gigantes permanece desconhecida.
  • Os sintomas podem incluir dor nas articulações, inchaço e movimento limitado.
  • Os testes diagnósticos podem incluir raios-X, biópsia e tomografias ósseas.
  • O objetivo do tratamento de um tumor celular gigante é remover o tumor e evitar danos ao osso afetado.
  • Tumores que não podem ser removidos cirurgicamente podem ser controlados e às vezes destruídos com radioterapia.
  • Tumores de células gigantes podem voltar.

Referência

https://www.hopkinsmedicine.org/health/conditions-and-diseases/giant-cell-tumor

Embelezamento e estética em pacientes com artrites e reumatismos


Live 01/julho, 21h

Link direto: https://youtu.be/AubJEsNy9fA


As perguntas são frequentes nos consultórios dos Reumatologistas, aspectos da estética, problemas de pele e indicações para cirurgia plástica em pacientes reumáticos:
Telangiectasias (manchas vermelhas) de face e colo

Problemas nas unhas e cabelos, incluindo psoríase

Cílios e sobrancelhas

Botox e preenchedores 

Estimulantes do colágeno

Peelings químicos e laser

Acne por medicamentos

Próteses variadas em cirurgia plástica.


A Dra. Sueli Carneiro é Dermatologista e Reumatologista – HUCFF/UFRJ. Profa. Titular de Dermatologia – FCM/UERJ. Coordenadora da Residência e Especialização em Dermatologia – HUPE/UERJ. Docente dos Programas de Pós Graduação em Ciências Médicas/FCM-UERJ  e Anatomia Patológica Clínica Médica/FM-UFRJ.”

OS 5 SEGREDOS PARA ENFRENTAR E VENCER A ESPONDILITE

Live 26/junho, 21h

Link direto no YouTube: https://youtu.be/fTJ9O3GHays

Samuel Oliveira é educador físico, diagnosticado há 15 anos com espondilite anquilosante, autor do blog Espondilite Brasil.

Tópicos principais

Os aspectos importantes da convivência com a espondilite anquilosante. O perigo das terapias alternativas e o charlatanismo na Medicina.A inserção do paciente no mercado de trabalho, como conseguir entrar como Pessoa com Deficiência.A introdução de hábitos saudáveis como apoio ao tratamento médico e medicamentoso.

ARTRITES REATIVAS / SÍNDROME DE REITER

Live 24/junho, 21h
Link direto no YouTube: https://youtu.be/S6qsEw5TjsE

O Dr. Mauro Keiserman é médico graduado em 1966 na primeira turma da ex Faculdade Católica de Medicina de Porto Alegre, hoje integrada à Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Residência médica em medicina interna e Reumatologia no Hospital dos Servidores do Estado, Rio de Janeiro. Chefe do serviço de Reumatologia do Hospital São Lucas da PUCRS e coordenador da disciplina de Reumatologia da Faculdade de Medicina da PUCRS em Porto Alegre até 2015.

Tópicos

  1. O que é artrite reativa?
    a. Porque o interesse por artrite reativa
    b. Síndrome de Reiter e histórico
  2. Quais as causas
    a. doenças sexuais
    b. diarréias infecciosas
    c. outras
  3. Quais os sintomas
    a. Mais importantes e frequentes
    b. Menos frequentes
    c. Por que o reumatologista deve saber sobre a próstata
    d. Mulheres e artrite reativa
    e. Como evolui, pode pegar a coluna e outras áreas do corpo?
  4. Como o médico faz o diagnóstico
    a. Há critérios claros na literatura médica?
  5. Tratamentos
    a. Educação do paciente
    b. Anti-inflamatórios e analgésicos
    c. Remédios que atuam no sistema imune
    d. Fisioterapia

Síndrome da COVID prolongada (pós-COVID)

Live 14 de junho/2021, 20h
Link direto: https://youtu.be/5OhlAWzLyfo

A COVID prolongada, também chamada síndrome pós-COVID-19, vem trazendo sérios problemas a pacientes e médicos. Como entender esta nova síndrome? O que é? Quais os sintomas? Como diagnosticar? As opções de tratamento e as pesquisas em andamento.

O Dr. Flavio Petean é Professor Assistente de Reumatologia da Faculdade de Medicina da USP-Ribeirão Preto e Chefe do ambulatório de doenças reumáticas do HC-da FMRP-USP.

A importância da proteção de dados pessoais na pandemia da COVID-19: proteja seu dinheiro!

Live 7 de junho, 20h

Link direto: https://youtu.be/epOqCAxCcyA

Nada é de graça na Internet, seus dados são comercializados. Segurança existe para o computador pessoal ou para nosso celular? Vulnerabilidades, tipos de ameaças, Lei Geral de Proteção de Dados e o Mundo 4.0. O Dr. Moysés Benito Crespo Perez Neto é Coronel da Reserva do Exército Brasileiro, Professor, Advogado, atua em consultoria nas áreas de Inteligência, Jurídica (Direito Digital e Proteção de Dados), Planejamento Estratégico e Segurança. É Mestre em Operações Militares, Analista de Inteligência, Especialista em Gestão da Administração Pública, em Gestão e Assessoramento do Estado-Maior e atualmente Especializando em Direito Digital e Proteção de Dados.